top of page

A musicalidade africana na música do caribe


A influência da música africana no caribe deu origem a música afro-caribenha que é um termo que abarca muitos estilos musicais,

Um dos fatores principais que resultou na música afro-caribenha foi o comércio de escravos pelo Oceano Atlântico.

Neste texto vamos ter uma ideia panorâmica sobre a musicalidade africana presente no caribe. Contudo, já de antemão precisamos saber que o caribe é uma região culturalmente muito complexa.

O pluralismo cultural característico desta região advém do sincretismo e transculturação.

A música nos caribenhos está arraigada na consciência coletiva e fortemente associada à identidade coletiva da região.

Formação cultural das cidades

O cenário cultural do caribe começou com as primeiras povoações feitas por migração de povos de raízes aruaques (arawak) provenientes do sul do continente.

A partir do século XVI, os espanhóis no processo de colonização impuseram as formas de assentamentos e outras condições.

Contudo, a estes dois povos, outra trajetória migratória aconteceu, as dos africanos submetidos á escravidão no mesmo século XVI. Vale lembrar, que a partir desses fatos, outros povos europeus também foram chegando no continente americano.

Culturas e linguagens.

A cultura originária foi de certa maneira absorvida e desviada de seu processo histórico por outras culturas. Neste sentido, esta cultura originária, embora ainda presente, ficou relegada a um segundo plano.

Este fato se explica pela imensa destruição sofrida pela população originária pelos espanhóis, no processo de colonização.

Contudo, no viés cultural e linguístico o caribe é uma grande mescla de línguas e culturas. Assim, no caribe existem países que se dividem nas línguas europeias, inglesas, francesas, holandesas e espanholas.

Por outro lado, existem ainda muitas populações que falam vários idiomas de povos originários. E por último, os dialetos e culturas africanas também construíram uma grande fatia deste grande complexo cultural.

A cultura do caribe

No que concerne a música de raiz africana, a música caribenha é totalmente miscigenada e sincrética.

Neste sentido, é grande a influência da música africana, principalmente no viés religioso. Pois a partir dos rituais de dança e de canto foi se construindo esta música.

Contudo, é importante salientar que a raiz fiel a música da África, foi se transformando. Esta transformação se deu por meio de vários fatores de miscigenação com as demais culturas que estavam presentes na época da colonização.

Esta miscigenação começa na religiosidade, quando se dá a mescla de religiões africanos politeístas, com o monoteísmo católico.

Este fato dá origem a algumas religiões: O candomblé no Brasil, A santeria no México, as práticas dos Abakua em Cuba, e o vodu no Haiti.

A musicalidade africana

Em diferentes latitudes do caribe a presença africana plasmou sua influência musical em vários estilos. Assim, o africano tem participação quase integral na rumba, conga, jazz, samba e merengue. Por outro lado, contribuiu na construção dos estilos: habaneira, resbalosa e tango.

No entanto, o complexo formado pela musicalidade rural e urbana e o sincretismo deram origem a muitos estilos do caribe como um todo.

Estilos específicos caribenhos:

  • Porto Rico: Bomba e plena

  • Haiti e República Dominicana: merengue

  • Martinica: Biguine

  • Cuba: Son, Conga e Rumba.

  • Jamaica: Reggae

  • Venezuela e Colômbia: Gaita e Cumbia

Influência da música caribenha no mundo europeu

A música do caribe e américas toma o cenário mundial a partir da década de 20. Este acontecimento tem grande participação da rádio e do gramofone. Fato que lança a música rural das Américas em uma esfera profissional.

Outro fator desta efervescência da música das Américas na Europa é o período pós-primeira guerra, quando as pessoas buscavam outras formas culturais.

Neste sentido, as músicas que mais despontaram no cenário europeu foram: jazz, tango, son , rumba , conga e samba.

402 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page