top of page

História das músicas natalinas


As músicas natalinas estão na prática cristã há alguns séculos. Na maioria, são músicas que já passaram por inúmeras adaptações.

Assim, de acordo com cada país estas músicas geralmente recordam o nascimento de Jesus.

No entanto, segundo Zenit José Sole - integrante do coro da basílica de Santa Maria em Roma - entre os cristãos de Roma eram mais populares os cantos alusivos à páscoa.

Posteriormente, a tradição popular levou o gênero de músicas natalinas a alcançar uma produtividade e criatividade muito grande.


A origem melódica dos cânticos de natal

Muitos gêneros musicais foram utilizados para relatar a vida de Jesus. As origens destas melodias estão em diferentes estilos de cada país. Assim, na Espanha por exemplo existiam as cantigas de vila chamadas de Villancicos. Na inglaterra já eram cultuados os Carols que significa bailar fazendo rodas.

Na Espanha os Villancicos surgiram no século XV que eram cantos compostos por estribilhos onde seu conteúdo não era de caráter religioso. No entanto, três séculos mais tarde começaram a utilizar estas canções para contar trechos da vida de Jesus.

A partir destas canções primárias surgiram as canções de natal. As primeiras canções natalinas tinham ritmo musical muito simples. Posteriormente foi introduzido mais melodias para vários instrumentos.

A cantiga mais antiga de natal é Iesus Refulsit Omnium (Jesus, luz de todas as nações), esta cantiga é datada do século IV.




Cantigas de natal mais populares

Como vimos até aqui, a canção de natal mais antiga é Iesus Refulsit Omnium, atribuída a Santo Hilário de Poitiers.

No entanto, a mais conhecida é Noite Feliz, sendo seu título original Stille nacht, heilige yach e foi escrita pelo sacerdote austriáco Joseph Mohr. A história desta música é no mínimo curiosa.

Conta-se que o sacerdote ao ver que o órgão de sua paróquia estava estragado decidiu compor um canto que poderia ser interpretado no violão na Missa do Galo. Devido a sua simplicidade melódica a canção alcançou muita popularidade.

Atualmente este canto está traduzido para 330 idiomas devido a sua extrema popularidade.


Músicas de natal surgidas de manifestações populares

Podemos fazer uma diferenciação entre músicas natalinas surgidas de meios acadêmicos e de manifestações populares.

Assim, tomando com base a música mais popular, este tipo de música surgiu na Itália no século XIII.

Nesta época cantava-se em latim e a notação musical ainda era muito precária. A partir das canções italianas as melodias migraram para a França, Alemanha e Inglaterra. Vale lembrar que nesta época ainda não tinha acontecido a reforma protestante, que mudaria as regras do jogo do cristianismo europeu.

Vamos agora, passar por alguns estilos de canções que deram origem às canções natalinas.


Carols

Na Inglaterra, surge o gênero musical “Carols” canções vocais inglesas, simples e de conteúdo religioso. No entanto, estas canções não abordam ainda o tema natalino.

Portanto, eram cantadas em meio a uma roda onde o profano e o religioso se mesclavam.

No entanto, somente no século XV que associaram estas canções ao natal. É importante lembrar que esta associação estava relacionada à reforma religiosa inglesa do reinado de Henrique VIII.

Contudo, durante o governo de Oliver Cromwell no século XVI estas canções foram proibidas porque eram consideradas pagãs.

Isto porque elas surgiram em um ambiente popular não eclesiástico. Porém, depois de um século estas canções foram acrescentadas ao ambiente eclesiástico.


O villancico

No contexto espanhol a música natalina teve uma evolução muito similar a da Inglaterra. No entanto, na Espanha o estilo musical predominante era o villancico, nome que deriva das pessoas moradoras das vilas e povoados. Contudo, também existiam composições poéticas que levavam este nome.

No princípio este tipo de música não tinha conteúdo religioso. Inclusive tinham conteúdos amorosos. A sua estrutura era parecida com muitas canções populares da atualidade com estribilhos e um refrão repetitivo.

Somente no século XVII a igreja espanhola permitiu o uso destas canções na igreja. Assim começou-se a utilizar essas músicas nas celebrações litúrgicas relativas ao natal.

Porém, um século depois foi novamente proibida por ser considerada libertina e herege.

Somente, passado novamente um século se tornaram populares até a nossa atualidade.


A música natalina na música clássica

A chamada música clássica se associou à música natalina em vários de seus compositores.

Portanto, podemos ouvir melodias natalinas e temas que homenageiam o nascimento de Jesus nas músicas de Bach, Handel e Heinrich Schutz.

Até compositores eruditos do século XX têm homenageado o natal, como é o caso de Arthur Honegger em sua grande cantata natalina, que relata a história do nascimento de Jesus.

Outro compositor que homenageou o natal também do século XX foi Nicolai Rimsky Korsakov na ópera noite de natal baseada em um pequeno conto de Nikolai Gogol.


História de algumas músicas de natal

Jingle bell: é uma música com centenas de versões, originalmente era uma música voltada ao dia de ações de graças, pois na versão original nunca menciona a palavra natal. Foi escrita por James Lord Pierpont em 1850.



White Christmas ( natal branco)

Canção Inglesa escrita por Irving Berlin em 1940 que atingiu grande popularidade. A sua versão cantada por Bing Crosby atingiu mais de 50 milhões de cópias em todo o mundo.




Relação de outras canções populares de natal

  • We Wish You a Merry Christmas: relata uma tradição antiga na Inglaterra, onde músicos batiam nas portas de casas mais ricas em troca de comida

  • Santa Claus is Coming To Town: A gravação mais antiga é de 1934, fala basicamente sobre comportar-se bem para ganhar presentes de natal.

  • Boas Festas: Canção do compositor brasileiro Assis Valente escrita em 1933, conhecida pela frase “ eu pensei que todo mundo fosse filho de papai noel…”

  • Happy Xmas ( War is Over): Canção de John Lennon que se tornou o hit de natal. No entanto, a música foi composta como protesto de John e Yoko contra a guerra do Vietnã.









1.536 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page